Dia de Manutenção da Internet na China

por Ana Lee – colaboradora de Máquina Web na China

3 de junho, céu azul e calor de rachar na capital chinesa. Nas ruas, tudo normal, exceto por até agora quatro equipes de TV terem sido tiradas da praça, onde há 20 anos estavam acampados estudantes que durante a madrugada seriam enxotados dali. À força.

Comecei a manhã checando emails e redes sociais que podia e que não podia. As que não podia, por meio de sites que te ajudam a desviar proxy e vamos lá. E já me preparava para reunir o maior número de material possível, inclusive aqueles postados nas redes chinesas que, segundo minha teoria que mais tarde se mostraria infudada, só seria inacessível devido à barreira linguística.

Então, pela manhã, estava lá usando meu perfil no Fanfou.com, a cópia do twitter cujo nome significa “Já comeu?” para procurar o que o povo estava escrevendo sobre o 4 de junho, o bloqueio do twitter e tantos outros etceteras. Eles falavam sobre tudo isso, podem acreditar, mas quentes mesmo estavam os tópicos sobre o acidente com o avião da Air France e a GM. Estavam.

Eu iria dizer que os chineses podem, sim, se expressar, que o governo estava barrando mais as vozes estrangeiras, uma interminável sucessão de teorias que reforçariam o que comecei a escrever ontem e que agora à tarde vieram abaixo.

Nem deu tempo de eu dizer que um fanfoufeiro (seria esse o termo para quem ainda não papou?) postou “Harmonizaram o twitter” e explicar que a expressão revela uma crítica social presente na internet chinesa, que ironiza os sempre reiterados pedidos do presidente Hu Jintao para que a sociedade seja harmoniosa. A gente harmoniza, mas do nosso jeito, calando quem distoa.  Haja diapasão.

Como numa repetição do que ocorreu há duas décadas, quem tentou falar foi abruptamente interrompido. Desde a tarde desta quarta-feira, a maior parte dos sites chineses de redes sociais, microblog e colaborativos exibem avisos de sob manutenção.

O meu querido fanfou, espero, exibe no seu recado ironia. Ele agradece o apoio de todos os usuários e diz que a fim de melhor servi-los, tem de passar por uma manutenção técnica emergencial, cujo fim está programado para a madrugada do dia 6.

O baile segue em inúmeros outros sites chineses, mas para mim, o mais legal até agora foi o Wordku.com, um dicionário colaborativo. Eles também avisam que a manutenção técnica vai, olha que coincidência, até o dia 6, e que, aliás, estão a fazendo para respeitar o Dia Nacional de Manutenção da Internet.

Eles perdem o direito de serem acessados, mas não perdem a piada. Quer dizer, a piada já perderam, desde ontem, quando o Twitter foi bloqueado. É, pra falar a verdade, tá perdendo mesmo a graça.

Leia mais:

+ China proíbe Twitter, Hotmail e Youtube
+ China e vigilância na Internet: tudo para “proteger” seus filhos
+ China aumenta segurança antes de aniversário de protestos
+ Governo proíbe chineses de lembrarem massacre de 1989

Anúncios