Grupo Máquina PR acompanha a Semana Global de Empreendedorismo

Por Leonardo Souza

 

A Endeavor abre, hoje, a partir das 15 horas, a Semana Global do Empreendedorismo, no Museu da Imagem e do Som, em São Paulo. Até o dia 18 deste mês, 125 países participam da SGE, que é o maior movimento mundial em prol do empreendedorismo. O Grupo Máquina, além de ser a agência de PR da Endeavor e responsável por toda estratégia de divulgação da Semana, é também embaixador do movimento.

 

A abertura contará com a participação de nomes como José Pastore, especialista em Relações do Trabalho, Emprego e Desenvolvimento Industrial; Marcos Montes Cordeiro, Deputado Federal; William Eid, professor da FGV; Gilberto Dimenstein, jornalista; Luiza Helena Trajano , CEO do Magazine Luiza; Preto Zezé, presidente da Central Única das Favelas (CUFA), entre outros.

 

Com o tema “Por um Brasil mais empreendedor!”, a Semana deste ano pretende despertar e lapidar o espírito empreendedor e trazer discussões acerca dos seis pilares da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE): Ambiente Regulatório, Mercado, Acesso a Capital, Inovação, Capacitação e Cultura. O objetivo é fazer com que o povo brasileiro possa compreender melhor os desafios que vão surgir no caminho de um empreendedor.

 

A programação completa está disponível no site  (www.semanaglobal.org.br). Os interessados podem selecionar as atividades de acordo com cidade e estado, temas de interesse, entre outras características. E o melhor, a maioria é gratuita!

 

O evento de abertura contará com cobertura via Twitter da Máquina e também será transmitido, ao vivo, no site da Endeavor (www.endeavor.org.br ).

 

Foto do evento sobre economia criativa, no Museu da Imagem e do Som (MIS), em São Paulo, que faz parte da Semana Global do Empreendedorismo

 

 

Anúncios

Recrutamento e Gestão de Jovens Talentos

 

Por Rachel Buzzoni

 

Até bem pouco tempo atrás, moças guardavam seus segredos em diários com chave e cadeado. Vez ou outra o deixavam aberto propositalmente para algum curioso descobrir seus desejos, ambições e sonhos. Se compararmos com os dias atuais, temos uma situação parecida dentro de redes sociais com a divulgação do perfil de moças expondo-se no Facebook, por exemplo, ou na timeline do Twitter.

Apesar desta sutil semelhança, os anos passaram, a época é outra e os jovens são outros. Compreender como eles se comportam, o que buscam para seu futuro, como assumem riscos e como entram no mercado de trabalho foi o tema da palestra realizada pela Endeavor Brasil no último dia 19 de outubro.

Com abertura da fundadora e presidente do Grupo DMRH, Sofia Esteves, o workshop sobre recrutamento e gestão de novos talentos mostrou aos empreendedores presentes o momento atual do mercado para contratação de jovens e o que eles têm valorizado na hora de escolher empresas para trabalhar.

Por um lado, o empreendedor precisa de gente qualificada e batalha com as grandes corporações na hora de selecionar novos talentos. Ao mesmo tempo, o jovem de hoje está cada vez mais aberto a assumir riscos e trabalhar em empresas e projetos inovadores, que causem impacto na sociedade e que tenham potencial de crescimento. Mas é preciso engajá-los da forma correta.

Para que isto seja feito, segundo Sofia Esteves, é importante ir além das ferramentas básicas de recrutamento e seleção, levando em conta também a capacitação técnica estratégica, as possibilidades e desafios do cargo além das características pessoais e competências do indivíduo / candidato.

De acordo com Sofia, quando a empresa consegue fazer brilhar os olhos, ela provoca uma satisfação no jovem extremamente positiva. É a partir desta experiência que ele apresenta bons resultados, adere à cultura e aos valores organizacionais.

Engajá-los num projeto a longo prazo pode parecer difícil, mas segundo Rogério Chér, que responde pela Empreender Vida e Carreira, é preciso levar em consideração que para os jovens uma organização pode se tornar uma escolha de vida e carreira, não apenas uma oportunidade de curto prazo. Ou seja: a empresa deve sempre demonstrar para o jovem que ele tem desafios e oportunidades para vivenciar a todo instante.

No entanto, é preciso também ter em mente que por mais atrativa que seja a proposta, a organização deve ter um equilíbrio entre retenção e engajamento, entendendo o que traz de fato a felicidade no trabalho, compreendendo ainda como a autonomia, a excelência e o propósito são motivadores para esses jovens talentos.

Para saber mais sobre a pesquisa realizada pela Companhia de Talentos, acesse o site http://www.ciadetalentos.com.br/

Entenda também o trabalho desenvolvido pela Endeavor (http://endeavor.org.br/)

 

Do BETA para o mercado

por Rachel Buzzoni

Durante o evento CEO Summit, realizado em 18/11 pela Endeavor, a mesa redonda composta Francisco Amaury Olsen, presidente do grupo Tigre S.A; Artur Grynbaum, presidente do Boticário e Alexandre Hohagen, diretor do Google na América Latina focou sua discussão sobre o poder da inovação.

Em meio a diversos comentários, depoimentos e relatos, o grupo debateu a importância do processo inovador em seus negócios, os riscos realizados e descreveu modelos de gestão.

Alexandre Hohagen, da Google Brasil, explicou que muitas vezes o processo de inovação não está voltado apenas para a criação de novas tecnologias, mas também no modelo de gestão e retenção de talentos.

Atualmente, o Google acredita que a sociedade está na época BETA, na qual há um estímulo para os engenheiros criarem, mas quem tem mais capacidade para isso são os próprios usuários.

Para finalizar, ele deixou para a platéia o dilema que muitos diretores da Google – e de outras empresas – possuem: qual o ponto correto da inovação? Focar nos produtos betas já criados ou incentivar os funcionários a criarem novos produtos diariamente?

Campanha mundial de empreendedorismo busca parceiros pela web

por Marina Kuzuyabu 

Entre 17 e 23 de novembro, mais de 50 países vão se mobilizar em torno da Semana Global do Empreendedorismo, uma campanha mundial para estimular os jovens a adotar uma postura empreendedora. O Brasil, que figura entre os 10 países mais empreendedores do mundo (de acordo com o Global Entrepreneurship Monitor) também aderiu à iniciativa ao lado do Chile, Uruguai, México, Estados Unidos, China, França, Alemanha, Suécia, Índia e outros.  

Quem está liderando a Semana por aqui é a Endeavor, organização que identifica e viabiliza a continuidade sustentada de negócios com alto potencial de crescimento. Certa do poder de fogo da web e de seu alcance entre os jovens, a instituição criou o blog Tire Suas Idéias do Papel (veja abaixo) para disseminar os ideais da campanha e buscar novos parceiros.   

Em visita ao Brasil no último mês, Anjoum Noorani, representante da Make Your Mark, a agência do governo britânico responsável pela mobilização, não deixou de ressaltar a importância da internet para o sucesso da iniciativa. Noorani, que está percorrendo todos os países que apóiam a ação, contou que web será fundamental para unir todos os participantes e expandir o alcance das mensagens da Semana mundo afora.  

Marina Kuzuyabu é consultora de comunicação do Grupo Máquina